domingo, 16 de maio de 2010

Roteiros de Celebração Ecumênica

Introdução
“Vós sois as testemunhas disso.” (Lucas 24,48)
O lema para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é “Vós sois as testemunhas disso.” Vem do capítulo 24 do evangelho de Lucas, que é o ponto central da celebração. Esse é também o lema que os cristãos da Escócia escolheram para celebrar o centenário da Conferência Missionária de Edimburgo. Em 1910 participantes do encontro em Edimburgo ouviram o testemunho profético que mostrava como as divisões entre cristãos não apenas enfraqueciam a eficiência missionária, mas também debilitavam a Igreja como corpo de Cristo na sua missão.
Em 2010 os cristãos da Escócia convidam os grupos ecumênicos a ler em voz alta todo o capítulo 24 de Lucas. Assim a pregação, a ação de graças, a intercessão e a celebração por termos sido enviados em nome do mesmo evangelho podem ser plenamente desenvolvidas. Isso levará a uma apreciação da ressurreição de Cristo como fonte de comunhão eclesial, de envio para a missão, do laço intrínseco entre missão e unidade e, portanto, da contínua necessidade de renovar nosso compromisso com a unidade cristã.
Foi precisamente essa demanda recíproca por evangelização e ecumenismo que os pioneiros do movimento ecumênico do século XX enfatizaram com tamanha fé, força e clareza.
I) Roteiro de culto
O roteiro aqui é deliberadamente muito simples. Essa escolha foi feita com o objetivo de ajudar na adaptação a situações locais e para permitir que cristãos de todas as tradições se unam sem dificuldade para orar , respeitando sua diversidade. É perfeitamente possível ampliar qualquer parte do roteiro de culto. A simplicidade da estrutura (I abertura, acolhida; II celebração da Palavra de Deus: III intercessões; IV envio) permite que congregações que preferem formas de culto mais livres e orações espontâneas possam também usar o material.
II) Abertura, acolhida
Hino de abertura: Durante o canto, a Bíblia (ou o livro dos Evangelhos) será trazida e colocada no ambão, na mesa ou no altar, de acordo com o costume local.
Nas palavras de acolhida a pessoa que estiver presidindo saúda todas as comunidades e lideranças presentes. A assembléia é então convidada a dar graças a Deus pela ressurreição de seu filho Jesus Cristo e a pedir o dom do Espírito Santo para renovar a missão cristã e a unidade, no espírito do chamado sentido em Edimburgo em 1910 (considere-se também a introdução geral e o texto acima).
A prece de abertura pode também ser escolhida entre os “materiais adicionais” que apresentamos após os textos dos oito dias.
III) Proclamação de Lucas 24
O hino evangélico de louvor: Pode-se escolher dentro de uma grande variedade: hinos ao Cristo ressuscitado, cantos de Glória, Aleluia em forma mais desenvolvida, um canto responsorial ou salmo pascal, ou um que evoque o envio das testemunhas da ressurreição.
Recomenda-se a leitura de Lucas 24 por inteiro na proclamação do evangelho. Pode ser feita por um leitor ou vários: o narrador, a voz de Cristo, os anjos, os discípulos de Emaús e os discípulos de Jerusalém.
No versículo 34, é possível um diálogo com a assembléia:
— Leitor: É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão.
— Todos: É verdade! Cristo ressuscitou, Cristo ressuscitou de fato! Aleluia!
Outra possibilidade é cantar um verso de louvor entre as leituras das três seções do capítulo: a mensagem de Páscoa no túmulo (versículos 1 a 12); a aparição aos discípulos no caminho de Emaús (de 13 a 35); a aparição aos onze (36-53). Outras expressões de louvor são possíveis como, por exemplo, aplaudir após cada aparição do ressuscitado.
Em particular com crianças ou jovens, pode-se usar mímica ou outras formas de teatro.
Também podem ser usados ícones, figuras ou vídeo...
Antes e depois do sermão deve ser definido o tempo para canto, música e silêncio.
IV) Preces de ação de graças ou intercessão
São inspiradas pelo material preparado para cada dia da Semana de Oração. Invocam o nome de Deus e celebram a generosidade e a hospitalidade em relação a nós, que Deus manifesta em Jesus Cristo. São ao mesmo tempo preces de súplica, pedido para que Deus consagre testemunhas do Evangelho, unidas por uma só fé e um só Batismo e pelo testemunho comum da Igreja, que é una na sua esperança.
V) Envio
Uma prece composta por um cristão escocês é proposta como oração de compromisso. Expressa nosso desejo de pedir a bênção de Deus para o presente e o futuro tanto do movimento ecumênico como da evangelização. No ano de 2010, ao nos aproximarmos de um novo “Compromisso de Edimburgo”, possam nossos encontros de oração servir para ouvir o chamado, mais atual do que nunca, para evangelizar na unidade. Desejamos “que possamos ser um, para que o mundo creia” e que seja fortalecida nossa resposta ao chamado de Cristo para sermos testemunhas unidas da ressurreição.
Usando o material para oração em outras circunstâncias
O esquema de celebração pode também ser usado para culto conjunto por ocasião da Páscoa de 2010 ou nos anos futuros em que os cristãos celebrem a Páscoa na mesma data (4 de abril de 2010; 24 de abril de 2011; 20 de abril de 2014; 16 de abril de 2017). O material pode também ser usado para cultos nas congregações locais.

Roteiro de celebração ecumênica
L: leitor
A: assembléia
I) Acolhida
Hino de abertura
Diálogo inicial:
L: Há um só corpo e um só espírito, assim como vocês foram chamados a uma só esperança...
A: Um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, que está acima de todos, no meio de todos e em todos.
L: Foi escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos no terceiro dia, e em seu nome se pregará a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, a começar por Jerusalém...
A: E nós somos as testemunhas disso.
Palavras de acolhida
Oração inicial:
L: Ó Cristo ressuscitado,
no caminho de Emaús foste companheiro dos discípulos.
Fica ao nosso lado na jornada da fé,nos caminhos da vida e em todos os encontros,
promove em nós a compaixão para que possamos acolher outros
e ouvir suas histórias.
Renova o desejo de proclamar tua Palavra.
Que ela nos ilumine e que tenhamos corações ardentes ao dar testemunho dela.
Que o teu Santo Espírito nos ensine a arte de explicar as Escrituras
e abra nossos olhos para te reconhecer.
Dá-nos a coragem de nos tornar vulneráveis
para que nossos irmãos e irmãs possam conhecer-te através de nós
e nós possamos conhecer-te através deles.
Amém.
II) Celebração da Palavra de Deus
Canto de aclamação ao evangelho
Leitura do capítulo 24 inteiro do evangelho de Lucas
Homilia
Hino
A paz
L: Jesus disse aos discípulos: Eu vos deixo a minha paz, eu vos dou a minha paz. Não olhes para os nossos pecados mas para a fé da tua Igreja. Para cumprir a tua vontade, concede a paz a tua Igreja e leva-nos à perfeita unidade, tu que vives e reinas, com o Pai e o Espírito Santo, para sempre.
A: Amém
L: A paz do Senhor esteja sempre com vocês.
A: O Cristo ressuscitado está de fato entre nós.
Ou
L: Cristo ressuscitou!
A: Em verdade, ressuscitou! Aleluia!
Credo niceno constantinopolitano ( sem o filioque)
Oferta e hino
III) Preces
Deus Criador e Salvador, nós te louvamos por todas as nossas diferentes comunidades que querem confessar juntas, por atos e palavras, sua fé no Cristo ressuscitado, que nos traz Vida.
Possamos progredir de tal forma no nosso compromisso ecumênico que nos tornemos mais unidos, tanto em nossa ação de graças pela criação como em nossa decidida ação em favor da vida.
Kyrie eleison (ou outra forma de resposta cantada)
Deus, que te manifestaste a nós em nossa história, nós te damos graças porque estás conosco e nos deste teu Filho para revelar teu amor e partilhar tua glória.
Guia os passos de todos os que dão testemunho do evangelho na direção da perfeita unidade, em cuidadosa e paciente escuta da cultura e da história das pessoas.
Kyrie eleison (ou outra forma de resposta cantada)
Deus, que nunca nos abandonas, nós te agradecemos pela experiência dos dois discípulos na estrada de Emaús com o Cristo ressuscitado.
Concede-nos sentir a presença de Cristo entre nós em nossa caminhada. Aquece nossos corações e abre nossa compreensão, para podermos dar testemunho de tua ativa presença no poder da ressurreição dele.
Kyrie eleison (ou outra forma de resposta cantada)
Deus, fonte de todos os dons perfeitos, nós te agradecemos porque desde a aurora dos tempos , de geração em geração, nunca cessaste de despertar aquela nuvem de testemunhas que transmitiram a fé dos apóstolos. (Aqui cada congregação pode mencionar evangelizadores e mártires locais)
Oramos para que possamos ser fiéis a esta fé que nos confiaste e criativos, para abrirmos juntos novos caminhos do evangelho.
Kyrie eleison (ou outra forma de resposta cantada)
Deus de compaixão, nós te agradecemos porque reconciliaste o mundo através da cruz do teu Filho.
Aumenta nossa fé, para que ela possa dar a nossas Igrejas e a cada um de nós, com Cristo e seguindo o exemplo dele, a força para sempre estar efetivamente ao lado das pessoas, em suas vidas, em seu sofrimento e em sua morte.
Kyrie eleison (ou outra forma de resposta cantada)
Deus, em ti colocamos nossa esperança e te louvamos pela promessa de Jesus: “Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos tempos.”
Tu vês as dúvidas que assaltam nosso coração no caminho da unidade cristã. Para podermos seguir o exemplo dos pioneiros ecumênicos da Conferência de Edimburgo de 1910, dá-nos coragem para denunciar juntos nossos medos e clareza para retomar em 2010 a confiança no caminho do cumprimento da tua vontade.
A oração do Senhor: Pai nosso...

IV) Envio
Oração de compromisso
L: Oremos
A: Leva-nos de onde estamos agora para onde queres que estejamos;
faze de nós não apenas guardiões de uma herança
mas sinais vivos do teu Reino que vem;
inflama-nos com paixão pela justiça e pela paz entre todos;
enche-nos com aquela fé, esperança e amor que permeia o Evangelho;
e através do poder do Espírito Santo faze-nos UM.
Para que o mundo possa crer, que teu nome seja glorificado em nossa nação.
Para que a tua Igreja possa ser mais efetivamente teu corpo,
nós nos comprometemos a te amar, te servir
e a te seguir como peregrinos, não estranhos.
(compromisso da ACTS, recolhido no seu culto inaugural)
Bênção
L: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam sempre com vocês
A: E também com você.
Ou
L: O Senhor, que venceu a escuridão com a luz, vos dê a paz.
O Senhor, que venceu a morte com a vida, vos dê a paz.
O Senhor, que venceu a solidão com o amor, vos dê a paz.
Ou outro tipo de bênção.
Envio
L: Hoje, o Cristo ressuscitado nos diz: “Assim como o Pai me enviou, eu vos envio.”
A: Amém.
L: Foi-nos comunicada a Boa Nova da ressurreição de Jesus: “Somos as testemunhas disso.” Vamos, então, na paz de Cristo. Aleluia!
A: Damos graças a Deus. Amém. Aleluia!
Hino final

Nenhum comentário:

Boas vindas!

Você é o visitante!